No banner in farm
 
INÍCIO| ARTIGOS| EVENTOS | CURSOS | NEGÓCIOS| COMUNIDADES | TÉCNICOS | PACIENTES | SHOPPING

Cadastre-se Editorial Mapa do Site Quem Somos

Submarino

 Cadastre-se
Seja um membro do RADIOLOGY.COM.BR e receba notícias, eventos e muito mais em seu e-mail.

Nome:

E-mail:

Residente em Radiologia?
Sim
Não


 Shopping
TC de Alta Resolução do Pulmão
Técnicas Radiológicas

Radiologia: Perguntas e Respostas: o Pequeno Livro Verde
Radiologia Odontológica

Ultra-Sonografia em Obstetrícia e Ginecologia
Compêndio de Radiologia

Ultra-Sonografia em Obstretrícia e Ginecologia
Segredos em Radiologia

Ressonância Magnética em Ortopedia e Medicina Esportiva
Fundamentos de Radiologia

Fundamentos de Radiologia de Squire
Fundamentos de Radiologia e Diagnóstico por Imagem

CVarredura em Ultra-Sonografia: Princípios e Protocolos
Paul & Juhl: Interpretação Radiológica


 Fale Conosco

Informações Gerais

Comercial


FAQ - Frequently Asked Questions

Ultra-som e Gravidez

1 - O Ultra-som faz mal à saúde do bebê?

2 - Quantos exames devo fazer numa gestação normal?
3 - Como saber a Idade Gestacional correta do meu bebê?
4 - O Ultra-som detecta todas mal-formações?
5 - Quais os tipos de exames Ultra-sonográficos que posso realizar na gravidez?
6 - Em casos de sangramento, posso fazer o exame transvaginal?
7 - E no caso de gêmeos?
8 - Por falar em inseminação artificial, qual a importância do ultra-som nesse método?
9 - Varizes e Gravidez

 

1 - O Ultra-som faz mal à saúde do bebê?

Não há uma resposta definitiva. Até a presente data, todos estudos desenvolvidos pôr equipes médicas em vários centros avançados de pesquisa, NÃO evidenciaram problemas com o uso da ultra-sonografia no acompanhamento da gestação, desde que os exames sejam conduzidos dentro das técnicas conhecidas como seguras, ou seja, uso de transdutores adequados, número de exames padronizado, uso limitado do Doppler.

2 - Quantos exames devo fazer numa gestação normal?

Existem pequenas variações no número de exames recomendados. Numa gestação normal, devem ser realizados pelo menos três exames ultrasonográficos: o primeiro com cerca de 10-14 semanas para verificar a translucência nucal (um espessamento da nuca que pode indicar alterações no bebê), o segundo em torno de 22 semanas para estudo morfológico fetal e o último com 36 a 38 semanas para determinação do peso fetal, análise morfológica e verificação de circular através do Doppler, se possível.

Nós recomendamos um exame adicional que seria o primeiro entre 7/8 semanas para datação correta da idade gestacional comparada com os níveis obtidos nos exames sanguíneos que determinam as taxas de gonadotrofina. Esta relação entre a idade do embrião e a quantidade de gonadotrofina existente no corpo também é muito importante.

3 - Como saber a Idade Gestacional correta do meu bebê?

Esta Idade Gestacional deve ser calculada cuidadosamente pelo seu médico que levará em consideração a Data da Ultima Menstruação, o tamanho da altura uterina, a idade calculada pelo ultra-som, dentre outros parâmetros. Sempre lembramos às nossas pacientes que a gestação dura cerca de 40 semanas e o cálculo pôr meses, muitas vezes, pode levar ao erro.

Uma dica: pergunte ao seu médico qual é a Idade Gestacional do seu bebê hoje, por exemplo.

Se ele disser que você está com 10 semanas, marque numa folhinha. Se hoje for sexta-feira, o "aniversário gestacional" do seu bebê será toda sexta feira, até que se completem 40 semanas. Portanto na próxima Sexta-feira ele completará 11 semanas, e assim subsequentemente.

4 - O Ultra-som detecta todas mal-formações?

Existem malformações chamadas de maiores - todas sendo passíveis de detecção pelo ultra-som, como é o caso da ausência de uma determinada parte do corpo- e outras menores que eventualmente podem passar despercebidas num exame ultra-sonográfico convencional isolado.

Por isso mesmo, sempre recomendamos que seja realizado mais de um exame durante uma gravidez. Recomendamos também que, pelo menos um dos exames seja do tipo "estudo morfológico fetal" onde o médico têm um foco maior nas alterações de cada órgão e segmento do feto.

Entretanto, para tranquilizar as gestantes, sempre lembramos que um bebê com problemas, raramente têm sua evolução normal. Existem mecanismos rigorosos de seleção natural que impedem que a maior parte das gestações onde os fetos tenham alterações graves, sigam em frente, a maioria sendo interrompida logo nas primeiras semanas.

5 - Quais os tipos de exames Ultra-sonográficos que posso realizar na gravidez?

Existem várias modalidades de exames para gestação que se utilizam da ultra-sonografia.
Os mais comuns são:

- Ultra-som Obstétrico Inicial - realizado com equipamento de ultra-som convencional, de 5 a 12 semanas, onde são observados o tamanho e forma do útero, tamanho e forma do saco gestacional, tamanho e aspecto do bebê (que neste período é chamado de embrião), vesícula vitelina, batimentos cardiacos, órgãos da região pélvica em geral (ovários e outros anexos).

- Ultra-som Obstétrico Avançado - realizado a partir da 13a semana, onde são verificados aspecto uterino (inclusive o colo), saco gestacional, segmentos e órgãos do bebê (feto) - cabeça, pescoço, tórax, abdome e membros, cérebro, face fetal, pulmões, coração, câmaras cardíacas, estômago, fígado, vesícula, aorta fetal, bexiga, rins, sexo fetal, etc... Além disso são avaliados o líquido amniótico, cordão umbilical, placenta e órgãos da pelve da mãe.|

- Doppler - realizado com equipamento mais sofisticado que permite o estudo dos vasos fetais a velocidade e outras características da circulação do bebê, com o objetivo de detectar alterações fisiológicas e eventual sofrimento fetal; estuda o cordão umbilical, verificando se não está ocorrendo a famosa circular de cordão (quando o cordão se enrola no pescoço do bebê). Geralmente é ralizado após a 27a semana.

- Estudo Morfológico Fetal - semelhante ao exame ultra-sonográfico avançado, porém com maior detalhamento, com estudo e medidas de outros segmentos do corpo do bebê.

- Estudo em Terceira Dimensão - método relativamente novo que permite um estudo morfológico fetal mais aprofundado, inclusive com verificação dos detalhes da face e membros fetais. O equipamento conta com software que permite a manipulação da imagem e verificação de detalhes como implantação do cordão, tipo de orelha, posição das pálpebras em relação aos olhos, etc...

- Pefil Biofísico Fetal - trata-se de um conjunto de exames que pode se utilizar do ultra-som; geralmente é associado à cardiotócografia (aparelho que, através de medidores implantados na barriga da mãe, verificam o número e intensidade dos movimentos, batimentos cardíacos fetais, suas variações, etc...)

- Ecocardiografia Fetal - estudo detalhado do coração fetal. Não é usado de rotina. Apenas quando é detectada alguma alteração nos outros exames.

- Transluscência Nucal - deve ser realizado entre 10 a 14 semanas, para medição da pele que recobre a nuca. É considerado um bom marcador para alterações genéticas e síndromes fetais.

- Obstétrico transvaginal: geralmente é realizado no início da gravidez. É muito bom para verificação da idade gestacional e visualização melhor de detalhes do bebê até a 12a semana. É feito com um aparelho de pequeno porte que é introduzido na vagina. Não é doloroso e não machuca o bebê.

6 - Em casos de sangramento, posso fazer o exame transvaginal?

O exame transvaginal, quando realizado de forma correta, é muitop útil para auxiliar na detecção da causa do sangramento, tanto no início da gravidez como nos períodos subsequentes. Não machuca o bebê e não piora o sangramento!

7 - E no caso de gêmeos?

É cada vez mais freqüente a ocorrência de gestação com gêmeos ou trigêmeos em nosso meio devido ao desenvolvimento dos métodos de fertilização (inseminação artificial e outros). É importante destacar que a gestação de gêmeos não é uma gestação comum e deve ser acompanhada em dobro - afinal são dois bebês.

Além disso a chance de ocorrerem problemas é duplicada ou triplicada. O exame de ultra-som nesses casos, além de verificar todos os aspectos citados, analisa se são mono, di ou trivitelínicos (ou seja se existem um dois ou três sacos gestacionais). Além disso o estudo da placenta é mais aprofundado.

8 - Por falar em inseminação artificial, qual a importância do ultra-som nesse método?

O ultra-som deverá ser utilizado em praticamente todas etapas da inseminação - desde a verificação dos órgãos internos femininos, como útero, ovários e trompas assim como o acompanhamento da ovulação, e até a implantação do ôvo fecundado. Eventuais casos de gravidez na trompa - gravidez tubária podem ser detectadas através do ultra-som.

9 - Varizes e Gravidez

A Gravidez costuma desencadear ou agravar a "Síndrome Varicosa", e isso ocorre mais devido a fatores hormonais do que ao aumento da pressão intra-abdominal. As chamadas varizes gravídicas têm características especiais. Algumas desaparecem espontaneamente, outras diminuem de tamanho, mas o fato de não ter tido varizes na primeira gestação não significa que este fato não possa ocorrer numa gestação subsequente.

É claro que uma paciente portadora de varizes antes de engravidar terá maior possibilidade de ter um aumento dessas varizes ou até mesmo complicações como flebites ou tromboflebites.

Geralmente as varizes que surgem na gravidez se localizam na parte posterior da coxa. As varizes vulvares também são frequentes causando grande desconforto à paciente; podem se localizar também em outras partes dos membros inferiores.

É recomendado que pacientes que apresentem varizes e desejam engravidar, que busquem orientação sobre este problema com seus obstetras pois o uso de medicamentos deve ser feito com extremo cuidado nesta fase.

As meias elásticas são frequentemente prescritas, e muitas vezes a própria paciente compra pôr sua conta. Nestes casos recomendamos também que a paciente busque orientação médica para verificar se o uso destas meias é compatível, podendo em certos casos trazer complicações.

 
?
Não conseguiu resolver suas dúvidas através deste FAQ?
Então, envie-nos um e-mail para info@radiology.com.br com suas dúvidas que procuraremos atendê-lo o mais rapidamente possível.
No banner in farm

Importante: As informações aqui contidas são genéricas e apesar de obtidas em fontes científicas confiáveis e seguras, jamais deverão ou poderão ser utlizadas para determinar ou conduzir um caso médico. Recomendamos fortemente que antes da realização de qualquer tipo de exame de diagnóstico por imagem o paciente consulte seu médico, sempre procurando obter todos os esclarecimentos sobre os eventuais benefícios ou eventuais efeitos biológicos.

RADIOLOGY.COM.BR - o site imagem
© 2007 - Radiology.com.br